Horário Local: 07:58:33 AM
+55 (75) 3652 1551
Entre em contato conosco
A taxa de câmbio retirada do site Oanda.com é apenas para sua referência
| Minha reservas
  • Nesta pÁgina

Compras em Salvador

Salvador oferece uma grande variedade de ítens para compras, desde o  rico artesanato até uma modesta lembrancinha da cidade como as famosas fitinhas do Senhor do Bonfim. O artesanato local é a alternativa mais procurada entre os turistas e há esculturas, pinturas, pedras preciosas e semi-preciosas, cerâmicas, roupas e outros ítens. Os principais pontos de venda de artesanato em Salvador são o Mercado Modelo e o Centro Histórico. Nestes lugares, é possível encontrar como opção de lembrança de Salvador, camisetas e algumas peças de artesanato.

A regra em Salvador é pechinchar e saber driblar o assédio dos vendedores. Muitas vezes é possível conseguir bons descontos na hora da compra.


Veja o nosso Guia de Compras de Salvador para algumas dicas e sugestões sobre os melhores lugares para fazer compras. Para relaxar, recarregar as energias para a hora das compras ou simplesmente desfrutar de uma saborosa refeição, visite alguns dos restaurantes de Salvador. Para obter mais onformações sobre as grandes lojas em todo o Brasil confira nosso Guia de Compras de Brasil.

Guia de Compras de Salvador

Uma dica importante na hora de ir às compras em Salvador é saber pechinchar. Os vendedores são bastante flexíveis e como bons baianos, são simpáticos. Mesmo se deixando levar pela contagiante alegria deles, saiba driblar a insistência. Sabendo conversar e argumentar na hora das compras, você pode conseguir bons descontos. Já nos shoppings centers não há a mesma flexibilidade.

Artesanato Local

O artesanato confeccionado em Salvador usa como matéria-prima a palha, madeira, couro e argila. Há também peças mais caras e trabalhadas em ouro, prata, cobre, latão e algumas vezes formadas com pedras preciosas e jóias. O artesanato baiano sempre chamou a atenção dos visitantes e foi considerado o modo de sobrevivência dos artistas populares. A maioria das peças do artesananto, desde as confeccionadas em madeira, os típicos instrumentos musicais ou as cerâmicas,
reflete a etnia cultural e a religião da Bahia. Um motivo muito comum é a representação dos santos e dos orixás.

Não se pode deixar de notar a influência africana no artesanato de Salvador.  Esta característica pode ser vista na existência de diversos ítens que simbolizam a boa sorte, como o trevo, a casca de alho, a figa e as populares fitinhas do Bonfim. Com uma variedade infinita de cores, as fitas estão espalhadas pelos pontos mais tradicionais da cidade e segundo diz a lenda, a pessoa que a amarra no braço, junto com  três nós, tem seus desejos atendidos.

Salvador é também conhecida mundialmente por sua música. Berço de importantes nomes da música brasileira, da música baiana e do axé, a cidade é ainda responsável por criar e divulgar originais e intrigantes instrumentos musicais. Os artesãos, em alguns casos, são também inventores e criam instrumentos que produzem sons distintos. Instrumentos como o paus de chuva, tambores d’água, atabaque e berimbau são típicos da Bahia e também muito usados por músicos profissionais de todo o mundo.

O artesanato de Salvador pode ser encontrado em lugares como o  Instituto Mauá (Rua Gregório de Matos), o Mercado Modelo e o Centro Histórico. Todos são locais muito conhecidos na cidade e que oferecem uma grande variedade e um grande número de produtos.

O Mercado Modelo é o maior centro de artesanato da América Latina e está localizado no bairro do Comércio, uma das zonas comerciais mais antigas e tradicionais de Salvador. Foi construído em 1861 para abrigar a Casa da Alfândega e teve em sua trajetória dois incêndios (1969 e 1984). É tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Além dos 262 boxes (divididos em dois andares) que oferecem diversos produtos de artesanato, há outros serviços como caixas eletrônicos, posto de informações, agência dos Correios e dois dos mais tradicionais restaurantes de culinária baiana: o “Maria de São Pedro” e o “Camafeu de Oxossi”. É comum ver rodas de capoeira na parte de trás do prédio.

As lojas do Pelourinho também oferecem grande variedade de lembranças da cidade. Além das casas que vendem souvenirs, peças do vestuário, bijouterias e ítens de decoração, há diversas galerias de arte espalhadas pelas ladeiras. Em todas há a arte baiana retratada com imagens do cotidiano da cidade como baianas, os casarões típicos do Centro Histórico, as praias e os orixás. Os preços variam de um quadro para outro, mas são razoáveis. Algumas galerias que podem ser encontradas no Pelourinho: Galeria Solar Ferrão, Fundação Pierre Verger e Atelier do Artista.

Além de lojas que vendem o artesanato tradicional, quem tiver interesse por antiguidades pode encontrar peças deste tipo no Centro Histórico em lugares como a Casa Moreira e a Casa San Martin, ambas localizadas na Rua Rui Barbosa e ainda  a loja Orpheo, situada na Rua do Carmo (bairro Santo Antônio).

Shoppings

Salvador tem também vários shoppings localizados em diversas áreas da cidade. Dentre os mais tradicionais e conhecidos estão o Shoppings Barra (Av. Centenário 2992) que possui 260 lojas e o Salvador Shopping (Av. Tancredo Neves, 2315) com 464 lojas didividas em cinco andares. O horário de funcionamento de ambos os shoppings é de segunda a sábado, das 9h às 22h. No Barra, aos domingos as lojas abrem das 14h às 20h e a praça de alimentação, das 12h às 20h. No Salvador Shopping, no domingo as lojas funcionam das 13h às 21 e a praça de alimentação, das 13h às 21h.

Todos os tipos de lojas podem ser encontradas nos shoppings de Salvador, mas as mais comuns são de moda e acessórios, mostrando as últimas tendências do Brasil e os preços na grande maioria são os mesmos aplicados em qualquer outro shopping de uma grande cidade.

Salvador sedia um dos mais importantes eventos de moda do Brasil, a Semana Iguatemi de Moda. A moda em Salvador é conhecida por seguir diversos estilos e uma de suas influências, assim como nas áreas da culinária e da música, é da África. O povo africano deixou na Bahia um legado de costumes, cultura e também sua moda, que conforme a evolução foi evoluindo e adquirindo novos traços e estilos.



Mercado Modelo
Praça Visconde de Cairu - Cidade Baixa
Tel: 55 71 3241 2893
[ver no mapa]
Feira de São Joaquim
Avenida Oscar Pontes – Comércio (Cidade Baixa)
[ver no mapa]